Blog da Roseta

Prosa da Roça

Conheça a história e características do cavalo Mangalarga Marchador

A história do cavalo Margalarga Marchador se entrelaça com a história do Brasil.

A raça, originária do sul de Minas Gerais, se espalhou por todo o território nacional e continua avançando fronteiras.

O seu sucesso vem escrito em seu nome, sendo um cavalo de marcha suave e de grande conforto para o cavaleiro.

Mas não é só isso que define essa raça e, neste texto, você confere um pouco mais sobre esse lindo animal.

Qual a origem genética do Mangalarga Marchador?

A principal raça usada na base do Mangalarga Marchador é o Alter, cavalo português trazido por D. João VI para a capitania de São Vicente no ano de 1808.

Por sua vez, o Alter, comparte sangue com raças da Andaluzia que podem ser mapeadas em retrocesso até as raças da península Ibérica, germânicos e berberes.

Qual a história do surgimento da raça?

Minas Gerais, durante o período colonial, se destacava por sua abundância em minerais preciosos.

No entanto, uma microrregião desse estado, já chamava atenção em outra área: a criação de cavalos.

Assim, no ano de 1812, o Barão de Alfenas, ganhou um garanhão da raça Alter-Real e usou o animal para aprimorar o que se tornaria o Mangalarga Marchador.

Esse cruzamento seletivo que usou animais com  marchas destacadas, aconteceu na Fazenda Campo Alegre, no munícipio de Cruzília, sul de Minas Gerais.

Quais são as características do Mangalarga Marchador?

Embora a marcha seja a principal característica desse cavalo, ele possuiu muitos outros atributos especiais.

A começar pela resistência física, a raça evolui para fazer longas viagens e também trabalhos com a lida no campo.

Além disso, esse cavalo de porte médio tem um temperamento dócil e amigável.

O destaque da marcha fica por conta de uma mecânica perfeita que garante ao cavalo apoio permanente, diminuindo muito os impactos produzidos pelo trote.

Altura

No macho: mínima de 1,47 m e máxima de 1,57 m.

Na fêmea: mínima de 1,40 m e máxima de 1,54 m.

Peso

De 350 a 500 kg.

Pelagens

Pode ser encontrado em: tordilho, castanho, preto, alazão, baio e pampa.

Além disso, essa raça tem uma representativa cultural, sendo uma das principais raças desenvolvidas no Brasil.

Gostou de aprender sobre a história do Mangalarga Marchador? Siga as nossas redes sociais e não perca nenhum conteúdo como esse.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
WhatsApp chat